Bolo-Rei tradicional, para festejar o dia de Reis

De todos as variantes de bolo-rei que existem (já partilhei algumas variantes convosco aqui), cada vez mais, a tradicional é a minha preferida.

Quando era miúda, não gostava muito de bolo-rei, especialmente devido às frutas cristalizadas, mas com o tempo, o meu paladar tem vindo a mudar, e o bolo-rei tradicional, tem-me enchido cada vez mais as medidas.

Esta é a receita a que recorro sempre! Nunca me desilude. O bolo fica sempre fofo, saboroso e bonito. Mesmo para as variantes deste bolo, a base é sempre esta.
A fonte desta receita vem do livro “Bimby – As receitas essenciais, página 146” mas por variadas vezes já a fiz de forma tradicional e resulta igualmente bem, por isso mesmo que não tenham robot de cozinha podem seguramente fazer esta receita, não vão ficar desapontados, garanto! 😊

E porque hoje é dia de Reis, nada como levar à mesa o Rei de todos os bolos, o Bolo-Rei. 😊
Votos de um dia feliz!

Ingredientes:
➔ 450g farinha de trigo tipo 55 com fermento
➔ 70g de açúcar
➔ casca de 1 laranja e de 1 limão
➔ 130g de leite
➔ 70g de manteiga
➔ 3 gemas de ovo
➔ 10g de fermento de padeiro seco – recomendo ao invés do fresco (ou 25g de fermento de padeiro fresco)
➔ 20g de sumo de laranja
➔ 40g de vinho do Porto
➔ 1 pitada de sal
➔ 350 de mistura de frutas secas e cristalizadas picadas + qb para decoração (costumo reservar umas cerejas cristalizadas, algumas tiras de abóbora e figo cristalizados para a decoração assim como nozes, pinhões e amêndoas)
➔ 1 gema para pincelar
➔ açúcar qb para a decoração

Preparo – Modo Tradicional:
1) Começar por pesar a farinha e reservar.
2) Misturar o açúcar e a raspa dos citrinos e esfregar bem com as mãos para libertar os óleos das cascas dos citrinos..
3) Adicionar o leite morno e a manteiga derretida e misturar bem.
4) Juntar as gemas, o fermento, o sumo de laranja e o vinho do Porto envolver.
5) Aos poucos adicionar a farinha e o sal.
6) Amassar bem a mistura (cerca de 5 minutos) até que forme uma bola que não fica agarrada às paredes da tigela. Se for o caso disso, parar a máquina, polvilhar as paredes da tigela com um pouco de farinha amassar mais um pouco.
7) Deixar a massa repousar dentro do tigela, em local morno, até que dobre de volume. Assim que isso aconteça, pressionar a massa com as mãos para baixar o volume e amassar por cerca de mais 2 minutos.
8) Enquanto amassa, juntar os frutos secos.
9) Colocar a massa numa superfície lisa enfarinhada e amassar com as mãos até formar uma bola lisa. Polvilhar com farinha, dar a forma de uma rosca e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal.
10) Pincelar a rosca com a gema de ovo e deixar que repouse, em local morno, até que dobre de volume.
11) Quando tiver levedado, decorar a rosca com as frutas cristalizadas e secas a gosto (para dar um aspecto mais brilhante às frutas cristalizadas, costumo lavar o excesso de açúcar das mesmas, secando-as bem, antes de colocar sobre o bolo). Com um pouco de açúcar misturado com algumas gotas de água (açúcar humidificado) fazer pequenos montes sobre o bolo, a gosto.
12) Levar o bolo ao forno pré-aquecido, a 180ºC, por 20 a 30 minutos.

Preparo – Com Robot de Cozinha:
1) Começar por pesar a farinha e reservar.
2) No copo seco colocar o açúcar e a casca dos citrinos e programar 15 segundos, velocidade 9.
3) Adicionar o leite e a manteiga e programar 30 segundos, 37ºC velocidade 6 e de seguida 30 segundos, velocidade 9.
4) Juntar as gemas, o fermento, o sumo de laranja e o vinho do Porto e programar uns segundos na velocidade 3.
5) Com a máquina em funcionamento na velocidade 3, adicionar a farinha e o sal.
6) Programar 3 minutos, velocidade espiga e verificar se formou uma bola que não fica agarrada às paredes do copo. Se for o caso disso, parar a máquina, polvilhar as paredes do copo com um pouco de farinha e programar mais uns segundos na mesma velocidade.
7) Deixar a massa repousar dentro do copo até que levede de forma a levantar o copo de medida. Assim que isso aconteça, pressionar a massa com as mãos para baixar o volume e programar 1 minuto, velocidade espiga.
8) Programar 30 segundos velocidade espiga e juntar pelo bocal da tampa os frutos secos.
9) Retirar a massa do copo para uma superfície lisa enfarinhada e amassar com as mãos até formar uma bola lisa. Polvilhar com farinha, dar a forma de uma rosca e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal.
10) Pincelar a rosca com a gema de ovo e deixar que repouse, em local morno, até que dobre de volume.
11) Quando tiver levedado, decorar a rosca com as frutas cristalizadas e secas a gosto (para dar um aspecto mais brilhante às frutas cristalizadas, costumo lavar o excesso de açúcar das mesmas, secando-as bem, antes de colocar sobre o bolo). Com um pouco de açúcar misturado com algumas gotas de água (açúcar humidificado) fazer pequenos montes sobre o bolo, a gosto.
12) Levar o bolo ao forno pré-aquecido, a 180ºC, por 20 a 30 minutos.

 

 

Anúncios

3 thoughts on “Bolo-Rei tradicional, para festejar o dia de Reis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.