Tigelinhas de bacalhau

TigelinhasBacalhau_1

 

Esta é aquela receita com que vão poder fazer um brilharete quando receberem visitas em casa.

Não é muito complexa, leva poucos ingredientes, fica muito saborosa, e tem uma apresentação vistosa.

As tigelinhas fazem lembrar os tão tradicionais pastéis de nata, mas numa versão salgada.

Podem servi-las como entrada ou snack ou podem optar por fazer destas tigelinhas uma refeição leve, acompanhadas por uma salada fresca. Imagino que resultem igualmente bem em versão miniatura, para servir em festas.

A receita rende 10 pastéis.

Sirvam com salsa picada e umas azeitonas, combina muito bem.

Fonte da receita: Blog 5 quartos de laranja

Ingredientes:

→ 250 g de bacalhau demolhado

→ 1 cebola

→ 2 dentes de alho

→ 30 ml de azeite

→ 1 folha de louro

→ Pimenta-preta q.b.

→ 200ml natas

→ 20g de amido de milho

→ 1 gema de ovo

→ 200ml de água

→ Sal q.b.

Preparo – Modo tradicional:

1) Cozer o bacalhau, reservando a água da cozedura.

2) Fazer um refogado com a cebola e os dentes de alho picados e a folha de louro. Acrescentar o bacalhau desfiado, sem peles nem espinhas, as natas, 200ml da água da cozedura do bacalhau. Temperar com pimenta e rectificar de sal.

3) Triturar este preparado muito bem com a varinha. Passar no coador chinês (se, como eu, não tiverem este coador, pulem este passo fica igualmente saboroso o que muda é a textura do recheio).

4) Diluir o amido de milho num pouco de água e juntar ao preparado de bacalhau. Levar ao lume brando até engrossar um pouco.

5)Depois de arrefecer, juntar uma gema de ovo ligeiramente batida e misturar muito bem no preparado de bacalhau.

6) Esticar a massa follhada, formar um rolo e cortar em pedaços de 2cm.

7) Forrar as formas com a massa folhada, verter o preparado e levar ao forno pré-aquecido 200ºC durante 20 minutos, ou até dourar.

Preparo – Com robot de cozinha:

1) No cesto colocar o bacalhau. Encher o copo com 800g de água, juntar o cesto e programar 20 minutos, 100ºC, velocidade 2. Reservar a água da cozedura do bacalhau.

2) No copo, sem o cesto, juntar a cebola e os dentes de alho e programar 5 segundos, velocidade 5. Juntar a folha de louro e o azeite e programar 5 minutos, varoma. velocidade 1. Acrescentar o bacalhau desfiado, sem peles nem espinhas, as natas, 200g da água da cozedura do bacalhau. Temperar com pimenta e rectificar de sal. e programar 1 minuto, varoma, velocidade 1.

3) Programar 30 segundos, velocidade 7. Passar no coador chinês (se, como eu, não tiverem este coador, pulem este passo fica igualmente saboroso o que muda é a textura do recheio).

4) Diluir o amido de milho num pouco de água e juntar ao preparado de bacalhau. Programar 2 minutos, 90ºC, velocidade 3.

5) Depois de arrefecer, juntar uma gema de ovo ligeiramente batida e misturar muito bem no preparado de bacalhau com o auxílio de uma espátula.

6) Esticar a massa follhada, formar um rolo e cortar em pedaços de 2cm.

7) Forrar as formas com a massa folhada, verter o preparado e levar ao forno pré-aquecido 200ºC durante 20 minutos, ou até dourar.

TigelinhasBacalhau_3

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.